Tag Archives: Jardim Botânico

Zurique, Suíça

25 dez

Zurique - Grossmunster

Zurique é a maior cidade da Suíça. Centro financeiro do país, Zurique é um dos destinos mais charmosos e culturais da Europa. A arquitetura medieval combina com a bela paisagem composta pelo Rio Limmat, que corta a cidade e desemboca no Lago Zurique, enfeitado ao fundo pelos picos nevados dos Alpes. Zurique é grande o suficiente para oferecer toda a infraestrutura turística para os visitantes, mas também pequena na medida certa para que o turista a descubra por conta própria.

Pontos de interesse

Landesmuseum: O museu nacional, localizado em um prédio do século XIX, apresenta a cultura e a história do povo suíço. A coleção é variada e inclui obras de arte religiosa, artefatos do período Pré-Histórico, roupas e objetos medievais e até uma exibição que mostra a produção de relógios durante os séculos XVI ao XVIII.

Grossmunster: A emblemática catedral foi erguida em 1090, mas ampliações e reformas foram feitas até o século XIV. Destaque para os vitrais e para as janelas vermelhas e azuis do presépio, que foram criados por Augusto Giacometti em 1932.

Fraumünster: Construída em estilo gótico no ano de 853, a igreja Fraumünster é dona de um belíssimo conjunto de vitrais, criados pelo renomado pintor russo Marc Chagall.

Ütliberg: É o ponto mais alto de Zurique, acessível por uma trilha e de onde se tem uma bela vista.

Jardim Botânico: O jardim botânico tem 15 mil espéciesde plantas, incluindo alguns exemplares raros da Nova Caledônia e do sudoeste africano. Já o herbário tem nada menos do que 3 milhões de plantas.

Quando visitar?

A melhor época para visitar Zurique é de junho a agosto, quando o clima é mais agradável.

Informações úteis

  • Moeda: Franco Suíço
  • Idioma: Alemão
  • Fuso horário: +1 (UTC)
  • Visto: Brasileiros não precisam de visto para entrar na Suíça para ficar até três meses no país.
  • Clima: Zurique possui um clima oceânico, e a temperatura média anual é de 9°C.
  • Maiores informações: http://www.zuerich.com/ (em inglês)
Anúncios

Viña del Mar, Chile

17 dez

Viña del Mar - Reñaca

Viña del Mar é uma uma província de Valparaíso, localizada na Região de Valparaíso, Chile. A cidade é considerada a capital turística do Chile, graças aos grandes dividendos gerados por este setor econômico. Viña del Mar conta com ampla rede hoteleira e se fortaleceram durante os últimos anos todos os espaços que possam significar uma receita econômico advinda do turismo.

Pontos de interesse

Casino Municipal: Essa casa de jogos inaugurada em 1930 conta com três andares voltados para apostas com 87 mesas e 800 máquinas caça-níquel, além de salas de espetáculos e restaurantes. Seu edifício de linhas greco-romanas é um dos principais símbolos do destino e um hotel 5 estrelas faz parte de suas instalações.

Reñaca: Não deixe de visitar Renãca, a principal praia do Chile. Sua principal característica são seus edifícios em forma de degrau, dando um charme exclusivo à sua orla. O local tem uma grande diversidade hoteleira (inclusive aluguel de apartamentos para temporadas) e gastronômica.

Castillo Brunet: Erguido em 1923 pela família Brunet, esse palácio de concreto armado, pedra e madeira tem estilo medieval com influências do período romântico-gótico francês e pode ser visitado mediante reservas antecipadas. Declarado pelo governo local como Monumento Histórico de Viña del Mar desde 2000, o local funciona como hotel e área de eventos da polícia chilena.

Jardim Botânico: Localizado em uma área de quase 400 hectares, o jardim botânico foi inaugurado na década de 30 e abriga mais de 3 mil espécies vegetais, entre plantas nativas e ornamentais. O local conta também com área para caminhadas ao redor de uma lagoa.

Quinta Vergara: Mescla centro cultural, parque e museu. Os jardins bem cuidados estão em um terreno onde residia uma importante família local, os Carrera. Dá pra visitar a casa construída por eles em 1908, que hoje abriga o Museo de Bellas Artes.

Quando visitar?

Verão e primavera costumam ser as estações mais procuradas em Viña del Mar para quem quer curtir as praias.

Informações úteis

  • Moeda: Peso chileno
  • Idioma: Espanhol
  • Fuso horário: -4 (UTC)
  • Visto: Brasileiros estão isentos de visto à turismo/negócios para permanência de até 90 dias no Chile.
  • Clima: Viña del Mar possui um clima mediterrânico. No verão, as temperaturas batem fácil os 30ºC, enquanto no inverno os termômetros despencam entre 2ºC e 8ºC.
  • Maiores informações: http://www.vinadelmar.cl/ (em espanhol)

Curitiba, Brasil

23 abr

Curitiba - Jardim Botânico

Curitiba é a capital do Paraná, um dos três Estados que compõem a Região Sul do Brasil. É o centro econômico do estado do Paraná e o quinto maior PIB do país. Em parte, isso se deve à população de mais de três milhões de habitantes, se for considerada a sua região metropolitana; a cidade se destaca por ter a economia mais forte do sul do país, contando o trabalho de exportação das novecentas fábricas instaladas no bairro Cidade Industrial e das duas grandes indústrias automobilísticas que estão localizadas na Grande Curitiba, Renault e Volkswagen. Segundo um levantamento feito pela International Congress & Convention Association (ICCA), Curitiba é a sexta cidade brasileira com o maior número de eventos internacionais e, segundo dados da FIPE, é a terceira cidade a receber turistas estrangeiros para fins de negócios.

Pontos de interesse

Praça Tiradentes: Marco zero da cidade, é dominada pela Catedral Basílica de Nossa Senhora da Luz, em estilo gótico, restaurada em seu centenário em 1993.

Rua 24 Horas: Restaurada, a Rua voltou a ostentar a arquitetura que a tornou conhecida mundo afora, como os grandes arcos e o relógio com as 24 horas do dia, e reabriu com um variado mix de comércio e serviços.

Museu Ferroviário: Construído na antiga estação, conta a história ferroviária do Estado. O prédio anexo Shopping Estação abriga o Museu Ferroviário, da Farmácia, do Perfume, o Teatro de Bonecos além do moderno centro de eventos Estação Embratel Convention Center.

Jardim Botânico: Criado em 1991 à imagem dos jardins franceses, tem estufa em metal e vidro, museu botânico, mata nativa, trilhas e o espaço cultural Frans Krajcberg.

Teatro Paiol: Antigo paiol de pólvora construído em 1906 e reciclado para teatro de arena em 1971. Sua inauguração teve batismo do poeta Vinícius de Moraes, que compôs música especialmente para a ocasião.

Centro Cívico: Sede dos Poderes do Estado do Paraná, com o Palácio Iguaçu, a Assembléia Legislativa e o Tribunal de Justiça, além da Prefeitura de Curitiba. Implantado em 1953, no centenário da emancipação política do Paraná.

Museu Oscar Niemeyer: Maior e mais moderno museu do Brasil. Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o “olho” completa uma antiga obra que ele mesmo construiu, em 1976.

Ópera de Arame: Construído em estrutura tubular, o Teatro Ópera de Arame, de 1992, é um espaço mágico que se integra à natureza do local. Ao seu lado, a Pedreira Paulo Leminski é o palco dos grandes acontecimentos culturais e artísticos de Curitiba. Mais adiante, está o Farol das Cidades, biblioteca informatizada conectada à Internet.

Quando visitar?

Em Curitiba, de março a maio chove menos do que no resto do ano, por isso essa é uma boa época para conhecer a capital paranaense.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: O clima em Curitiba é pluvial quente-temperado. A temperatura média no verão é de 21ºC, com máximas médias de 29ºC, podendo chegar a 34°C. No inverno, a temperatura média é de 13ºC. Julho é normalmente o mês mais frio, com temperatura mínima média de 9ºC e máxima média de 20ºC. Temperaturas abaixo de 0ºC podem ocorrer, embora sejam pouco comuns.
  • Maiores informações: http://www.turismo.curitiba.pr.gov.br/

Brisbane, Austrália

3 mar

Brisbane - Queensland Cultural Centre

Brisbane é a capital do estado de Queensland e terceira maior cidade da Austrália. Possui uma das economias que mais crescem no país.

Localizada no Oceano Pacífico, junto à foz do rio Brisbane, é um importante porto da Austrália, além de centro comercial e industrial. Brisbane é também uma cidade verde, com um clima perfeito.

É a atitude positiva e a confiança criativa que fazem de Brisbane uma genuína cidade do novo mundo. Mesmo que Brisbane esteja se desenvolvendo rapidamente e com visão de futuro, ela mantém um entusiasmo juvenil e é indiscutivelmente a mais vibrante, descontraída e com a mais amigável atmosfera de todas as cidades australianas.

Pontos de interesse

Museu de Brisbane: Apresenta um andar de exposições sobre a história da cidade, e outro andar para exposições de artistas locais.

Jardim Botânico: Um museu de coleções de plantas, localizado no coração da cidade.

Centro Cultural de Queensland: abriga o Centro de Artes Cênicas, Museu de Queensland, Galeria de Arte de Queensland, Galeria de Arte Moderna (Goma) e a Biblioteca do Estado de Queensland.

South Bank: está localizada do outro lado do rio Brisbane e do coração da cidade, e possui uma praia artificial cercada por parques extensos. Também em South Bank estão lojas, cafés, restaurantes e cinemas. É um ótimo lugar para sair em um dia quente para nadar.

Quando visitar?

A melhor época para visitar Brisbane é de maio a outubro, quando as temperaturas são mais agradáveis.

Informações úteis

  • Moeda: Dólar australiano
  • Idioma: Inglês australiano
  • Fuso horário: +10 (UTC)
  • Visto: Todas as pessoas que não sejam cidadãos australianos necessitam de um visto para entrar na Austrália.
  • Clima: O clima de Brisbane é subtropical, com verões quentes e chuvosos e invernos amenos e secos.
  • Maiores informações: http://www.visitbrisbane.com.au (em inglês)
%d blogueiros gostam disto: