Arquivo | São Paulo RSS feed for this section

Ilhabela, Brasil

30 dez

Ilhabela - Praia do Bonete

Ilhabela é um dos únicos município-arquipélago marinho brasileiro e está localizado no litoral norte do estado de São Paulo, microrregião de Caraguatatuba. Possui uma das mais acidentadas paisagens da região costeira brasileira, com todas as características de relevo jovem. Banhado pelo oceano Atlântico, o município está localizado a 135 km da capital paulista e a 140 km da divisa com o estado do Rio de Janeiro. Está situada um pouco ao sul do Trópico de Capricórnio, que passa sobre a cidade vizinha de Ubatuba.

Pontos de interesse

Museu Náutico: Inaugurado em 2010, o Museu Náutico de Ilhabela conta com um valioso acervo de objetos como cristais, porcelanas, faianças, talheres de prata, artefatos de bronze, entre outros, datados do século XVIII até meados dp século passado. Possui ainda toda a história da escafandria, mergulho profissional e recreativo com várias peças em exposição, além de maquetes dos principais naufrágios ocorridos na região. São mais de 1.500 peças de vários naufrágios, inclusive peças compradas de antigos caiçaras, que presenciaram os fatos e assim perpetuaram a história, e objetos originais obtidas em desmanches de navios. A costa do arquipélago de Ilhabela é repleta de acidentes marítimos ocorridos desde seu descobrimento. E é por meio da conservação desse patrimônio que o museu procura contar a história da navegação através de sua exposição.

Cachoeira do Gato: A trilha para a Cachoeira do Gato inicia no Canto do Ribeirão, na Praia dos Castelhanos.  O percurso de 4 quilômetros (ida e volta) e nível de dificuldade médio, passa pelo interior da Mata Atlântica preservada até chegar na mais alta cachoeira do Parque Estadual de Ilhabela. Com 80 metros de altura,  água escorre de um paredão rochoso praticamente vertical e, numa segunda queda, de aproximadamente 15 metros, cai reta sobre um grande poço. A força da água é enorme. Abaixo dessa queda principal há outras cinco pequenas, com poços de águas transparentes, excelentes para banho.

Parque Estadual de Ilhabela: O Parque Estadual de Ilhabela foi criado em 20 de janeiro de 1977 para proteger uma área de 27.025 ha de Mata Atlântica, um dos biomas mais ameaçados e ricos em espécies de fauna e flora do Planeta. A  área da reserva de Mata Atlântica corresponde a aproximadamente 85% do território total do arquipélago de Ilhabela, formado pela Ilha de São Sebastião e outras 11 ilhas, 2 ilhotes e 2 lajes. É na Ilha de São Sebastião, de aproximadamente 337 km², onde estão a área urbana do município e também a maior parte do Parque, cujos limites são definidos por cotas altimétricas que variam entre 0, 100 e 200 metros de altitude. Todas as outras ilhas, ilhotes e lajes são protegidos integralmente pela Unidade de Conservação.

Praia do Bonete: Considerada pelo respeitado jornal britânico ‘The Guardian’ uma das dez praias mais bonitas do Brasil, esta praia de areias claras e mar agitado é habitada pela maior comunidade tradicional caiçara do município. Localizada ao sul da ilha, é preciso seguir uma trilha de  12 km de extensão partindo da Ponta de Sepituba  passando pelo Parque Estadual de Ilhabela e atravessando três cachoeiras com águas cristalinas – caminhada que dura de 4 a 5 horas. Outra maneira de se chegar a essa praia é por mar, navegando em tradicionais canoas caiçaras ou barcos de passeio, contornando a ponta da Sepituba, no extremo sul da Ilha. Nesta praia repleta de chapéus-de-sol, com mais de 600 metros de extensão, ondas que chegam até 3 m, fazem do local o paraíso dos surfistas.

Praia de Jabaquara: Entre a praia do Pacuíba e a da Fome, o Jabaquara é uma das praias mais lindas e preservadas da Ilha. É o último acesso por carro ao norte da ilha e o caminho passa por mirantes com vistas magníficas de 180 graus do litoral norte e Serra do Mar. O acesso ao local pode ser feito de bicicleta, carro ou embarcação. Com 500 metros de extensão, tem uma larga faixa de areia branca, cortada por dois riachos, um em cada extremidade, e mar azul turquesa. O rio que deságua no lado direito forma uma linda lagoa de água doce. Na praia, além de bares, há algumas casas de caiçaras e coqueiros por sua orla.

Quando visitar?

A melhor época para visitar Ilhabela é durante o verão.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: O clima de Ilhabela é classificado como tropical litorâneo úmido, com temperatura média anual de 25°C
  • Maiores informações: http://www.ilhabela.sp.gov.br/portal/
Anúncios

Guarujá, Brasil

28 dez

Guarujá - Praia da Enseada

Guarujá é um município na Região Metropolitana da Baixada Santista, no estado de São Paulo, no Brasil. É a terceira maior ilha do litoral do estado de São Paulo. Atualmente, a cidade de Guarujá é conhecida como a “Pérola do Atlântico”, devido às suas belas praias e belezas naturais. Muito procurada pelos turistas na alta temporada, a cidade conta com praias urbanizadas e algumas selvagens, acessíveis apenas por trilhas. Além do litoral, Guarujá oferece construções históricas e trilhas de ecoturismo. Outra atração local é a pesca artesanal, que pode ser vista e praticada em diversas praias do município.

Pontos de interesse

Praia do Tombo: Tem esse nome devido à sua formação geológica, com ondulações fortes, forma vários buracos que provocam “tombos” aos mais desatentos. Existe uma lenda, que os escravos eram aprisionados em grutas existentes nas encostas do morro para depois serem atirados ao mar e com isso, o mar se revoltou. A praia é palco de campeonatos de surf de nível nacional e local preferido para treino de profissionais do esporte, por essa razão tem um palanque fixo para estes tipos de eventos. À noite, bares e quiosques temperam ainda mais a azaração no local. A praia é boa para banhistas, mas atenção às sinalizações dos Bombeiros.

Praia da Enseada: A maior praia de Guarujá tem águas claras e muitas ondas. O meio e o canto direito são mais procurados para a prática de surf, o lado esquerdo é mais calmo, ideal para a prática de esportes náuticos e possui rampas de acesso do calçadão a areia, específicas para lanchas e Jet skis. Foi muito utilizada antigamente para o desembarque de escravos. Possui aproximadamente cem quiosques distribuídos em toda sua orla para atendimento ao turista, no local há a maior concentração de hotéis e pousadas da cidade e importantes eventos esportivos são realizados no agito do verão.

Praia das Pitangueiras: Pitangueiras é a primeira praia a ser vista, quer se chegue por balsa ou pela estrada, pois localiza-se na área central da cidade, cujo bairro também tem o nome da praia e divide o litoral do município em praias tanto ao norte quanto ao sul. Boa para banho, urbanizada, tem longos edifícios por toda sua faixa costeira. É uma das praias com maior concentração de turistas; tem uma área preferida para a prática do surfe, junto ao Morro do Maluf (cujo nome correto é Morro da Campina) e bem no centro uma ilhota, habitada por urubus e carangueijos, denominada Pombeva. Nas Pitangueiras localiza-se também o calçadão onde ficam os restaurantes, bares e o Shopping La Plage. No extremo oeste da praia fica o Edifício Sobre as Ondas, construído tão próximo do mar que, quando a maré esta alta, a água chega a bater em sua base.

Forte dos Andradas: Instalado no Morro do Monduba, o Forte dos Andradas é um complexo bélico, na costa voltada para o mar,  na Praia do Monduba e Praia do Bueno, em extensa área de Mata Atlântica. Projetado em 1934 pelo Tenente-Coronel de Engenharia João Luiz Monteiro de Barros, foi o último a ser construído no Brasil, tendo sua conclusão em 1942, na Segunda Guerra Mundial. Ocupa área de 2,1 milhões de m² e foi edificado escavando-se e encravando-se túneis com dezenas de galerias nas rochas do morro, com o objetivo de ocultar as instalações dos canhões de tiro curvo. E recebeu o nome de Forte dos Andradas em homenagem aos defensores da Independência, os irmãos Andrada, José Bonifácio de Andrada e Silva, Martim Francisco Ribeiro de Andrada e Antônio Carlos Ribeiro de Andrada Machado e Silva. A entrada no local é permitida somente com autorização prévia e o atrativo organiza visitas guiadas pelo espaço.

Mirante do Morro da Caixa D’Água: O Mirante do Morro da Caixa D’Água faz o viajante sentir-se no topo do mundo. De lá, é possível observar o maravilhoso mar que banha Guarujá, com especial atenção à Praia do Tombo, à direita, e à Praia das Astúrias, à esquerda. E o local também é refúgio dos praticantes de parapente, que, como os pássaros, amam voar, decolando e pousando em busca de uma experiência aérea que somente Guarujá pode proporcionar.

Aquário Acqua Mundo: Localizado na Praia da Enseada, o Acqua Mundo é atualmente o maior aquário de água salgada da América do Sul. Além da exposição da fauna e flora aquática o empreendimento também oferece oficinas temáticas, ciclo de palestras, atividades educacionais e acampamento noturno. São mais de 230 espécies e mais de 8 mil animais em exposição divididos em tanques temáticos, de contato e espaços ao ar livre. Para acompanhamento das visitas há no local monitores e profissionais habilitados.

Quando visitar?

Guarujá pode ser visitado o ano todo. Mas, a melhor época é no verão, diversos eventos movimentam ainda mais as praias. Para quem prefere descansar, evite a alta estação, quando há congestionamentos.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: O clima do Guarujá é tropical úmido. A temperatura atinge máximas de 38°C no verão e mínimas de 10°C no inverno.
  • Maiores informações: http://www.guaruja.sp.gov.br/

São Paulo, Brasil

2 nov

São Paulo - Avenida Paulista

São Paulo é um município brasileiro, capital do estado de São Paulo e principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América do Sul. É a cidade mais populosa do Brasil, do continente americano e de todo o hemisfério sul, e a cidade brasileira mais influente no cenário global, sendo considerada a 14ª cidade mais globalizada do planeta, recebendo a classificação de cidade global alfa, por parte do Globalization and World Cities Study Group & Network (GaWC). São Paulo destaca-se mais como uma cidade marcada pelo turismo de negócios que pelo turismo recreativo. Grandes redes de hotéis cujo público-alvo é o corporativo estão instaladas na cidade e possuem filiais espalhadas em várias das suas centralidades. Toda a infraestrutura para eventos da cidade faz com que ela seja sede de 75% principais feiras do país. O turismo cultural também possui relevância para a cidade, especialmente quando se têm em vista os vários eventos internacionais que ocorrem na metrópole. São Paulo possui inúmeras atividades culturais e uma vida noturna que é considerada umas das melhores do país. Há diversos cinemas, teatros, museus e centros culturais, alguns atendendo a parcela de maior poder aquisitivo, outros contemplando mais o público popular, o que leva muitos a dizerem que “sempre há um programa para se fazer em São Paulo”. A diversidade de povos e culturas que construiram a cidade faz também com que a rica gastronomia da região seja por si só um grande atrativo turístico. Essa afirmação pode ser comprovada através da ampla variedade gastronômica da cidade, que abrange mais de 50 tipos de culinária.

Pontos de interesse

Avenida Paulista: é um dos logradouros mais importantes do município de São Paulo. Considerada um dos principais centros financeiros da cidade, assim como também um dos seus pontos turísticos mais característicos, a avenida revela sua importância não só como pólo econômico, mas também como centralidade cultural e de entretenimento. Devido à grande quantidade de sedes de empresas, bancos, consulados, hotéis, hospitais, como o tradicional Hospital Santa Catarina e instituições científicas, como o Instituto Pasteur, culturais, como o MASP e educacionais, como os tradicionais Colégio São Luís e a Escola Estadual Rodrigues Alves. Movimentam-se diariamente pela avenida Paulista milhares de pessoas oriundas de todas as regiões da cidade e de fora dela.

Catedral da Sé: localiza-se na Praça da Sé, no centro da cidade. É um dos cinco maiores templos neogóticos do mundo. A catedral é a maior igreja de São Paulo, com 111 metros de comprimento, 46 de largura, duas torres com 92 metros de altura e uma enorme cúpula. Tem capacidade para abrigar 8.000 pessoas. No acabamento foram usadas 800 toneladas de mármore. Suas medidas a tornam uma das maiores igrejas do Brasil e do mundo.

Estação da Luz: é uma estação ferroviária localizada no bairro da Luz. A estação reflete o momento histórico em que foi construída, evidenciando o poder do café na trajetória de expansão da cidade. Erguida junto ao Jardim da Luz, por décadas a sua torre dominou parte da paisagem central paulistana. O seu relógio era o principal referencial para acerto dos relógios da cidade. No período de auge da estação (ou seja, nas primeiras décadas do século XX, quando a Luz era uma região de destaque na cidade), ela compunha um conjunto arquitetônico que não só era um referencial urbano como efetivamente fazia parte da vida cotidiana do município, constituindo aquilo que pode ser chamado de a “imagem da cidade”.

MASP: O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand é uma das mais importantes instituições culturais brasileiras. Localiza-se, desde 1968, na Avenida Paulista, em um edifício projetado pela arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi para ser sua sede. Famoso pelo vão-livre de mais de 70 metros que se estende sob quatro enormes pilares, concebido pelo engenheiro José Carlos de Figueiredo Ferraz, o edifício é considerado um importante exemplar da arquitetura brutalista brasileira e um dos mais populares ícones da capital paulista, sendo tombado pelas três esferas do poder executivo. O MASP possui a mais importante e abrangente coleção de arte europeia da América Latina e de todo o hemisfério sul, em que se notabilizam sobretudo os consistentes conjuntos referentes às escolas italiana e francesa. Possui também extensa seção de arte brasileira e pequenos conjuntos de arte africana e asiática, artes decorativas, peças arqueológicas etc., totalizando aproximadamente 8 mil peças. O acervo é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O museu também abriga uma das maiores bibliotecas especializadas em arte do país.

Edifício Copan: É um dos mais importantes e emblemáticos edifícios de São Paulo. Descrito como tendo “linhas sinuosas e elegantes”, foi projetado por Oscar Niemeyer, e localiza-se num dos pontos mais movimentados do centro da capital paulista. É bastante conhecido por sua geometria sinuosa, que lembra uma onda, e pelos números superlativos de suas estatísticas. Tem 115 metros de altura, 35 andares (incluindo três comerciais), além de dois subsolos, e cerca de dois mil residentes. É considerada a maior estrutura de concreto armado do Brasil. Possui 1.160 apartamentos distribuídos em seis blocos, sendo considerado o maior edifício residencial da América Latina. A área comercial no térreo possui 72 lojas e um cinema, o antigo Cine Copan, que funcionou até 1986 e posteriormente foi ocupado pela igreja Renascer em Cristo, que desde março de 2008 se encontra interditada.

Parque Ibirapuera: É o mais importante parque urbano da cidade de São Paulo. Foi inaugurado em 21 de agosto de 1954 para a comemoração do quarto centenário da cidade e só perde em tamanho para o Parque do Carmo e o Parque Anhanguera. O parque conta com ciclovia e treze quadras iluminadas, além de pistas destinadas a cooper, passeios e descanso, todas integradas à área cultural. Sua área é de 1,584 km², e os seus três lagos artificiais e interligados ocupam 15,7 mil m². Os principais atrativos do Parque do Ibirapuera são: Museu de Arte Moderna (MAM), Museu de Arte Contemporânea (MAC), Museu Afro Brasil, Oca, Monumento às Bandeiras, Pavilhão Ciccillo Matarazzo (Bienal), Obelisco e Planetário.

Quando visitar?

Os verões são geralmente quentes e úmidos. Os invernos (junho-agosto) são agradáveis​​, mas o clima esfria bastante à noite. Evite a estação chuvosa (dezembro-janeiro). A melhor época para visitar a cidade é entre os meses de junho e outubro, quando o clima é agradável para passear.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: O clima de São Paulo é considerado subtropical, com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual de 19°C, tendo invernos brandos e verões com temperaturas moderadamente altas, aumentadas pelo efeito da poluição e da altíssima concentração de edifícios.  As estações do ano são relativamente bem definidas: o inverno é ameno e subseco, e o verão, moderadamente quente e chuvoso. Outono e primavera são estações de transição.
  • Maiores informações: http://www.cidadedesaopaulo.com/sp/

São José dos Campos, Brasil

31 out

São José dos Campos - Parque da Cidade

São José dos Campos é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo. A cidade está localizada entre as duas maiores cidades do Brasil – São Paulo e Rio de Janeiro – e está próxima do Litoral norte do estado e da Serra da Mantiqueira. O município abriga indústrias dos setores aeroespacial, de telecomunicação e automotivo. É sede de importantes institutos de pesquisa científica do país, com destaque para o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).

Pontos de interesse

Parque da Cidade: Com um total de área de 960.000 m², o Parque possui vários atrativos como lago, ilha artificial e uma ampla área verde ideal para trilhas para caminhadas e por onde circulam animais típicos da região, como as capivaras e garças, que com certeza fazem o visitante sentir-se em um verdadeiro espaço natural. Dentro do Parque, se encontra também, a antiga residência da família Olivo Gomes que conta com projeto arquitetônico do escritório de Rino Levi e tratamento paisagístico de Roberto Burle Marx, e que pode ser vista e apreciada por todos os que lá visitam.

Museu de Arte Sacra: Instalado na Capela Nossa Senhora Aparecida, o museu possui um acervo com imagens, paramentos, objetos litúrgicos, oratórios, livros religiosos, bandeiras de procissão, etc.

Parque Tecnológico: é um empreendimento para a promoção de ciência, tecnologia e inovação. Faz parte do Sistema Paulista de Parques Tecnológicos, sendo o primeiro a receber o status definitivo no sistema, e é um dos parques tecnológicos mais avançados do Brasil. O parque está instalado em Eugênio de Melo, distrito da zona leste de São José dos Campos, possui centros de desenvolvimento tecnológicos nas áreas de energia aeronáutica, saúde, e recursos hídricos e saneamento ambiental; e possui um centro empresarial com empresas atuantes nos setores de tecnologia da informação e comunicação, instrumentação eletrônica, geoprocessamento, aeronáutica, e biomedicina.

Museu do Folclore: Criado em 1997, o museu do Folclore é uma instituição que divulga o folclore da cidade e da região por meio do desenvolvimento de atividades, encontros e exposições que apoiam e estimulam grupos folclóricos. Possui uma biblioteca com acervo composto por livros sobre diversos assuntos estudados pelo folclore, documentação em vídeos, fotos e gravações de manifestações populares, festas cíclicas, cívicas, religiosas entre outras. O museu fica localizado dentro do Parque Roberto Burle Marx, numa das antigas casas de hóspedes da família Gomes.

Quando visitar?

A melhor época para conhecer São José dos Campos é entre maio e outubro, por ter um volume pequeno em chuva.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: O clima de São José dos Campos é tropical de altitude, com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual de 21°C. Os invernos são secos e amenos (raramente frios de forma demasiada) e os verões são chuvosos com temperaturas moderadamente altas.
  • Maiores informações: http://www.sjc.sp.gov.br/

Santos, Brasil

30 out

Santos - Jardins da Orla de Santos

Santos é um município portuário sede da Região Metropolitana da Baixada Santista, localizado no litoral do estado de São Paulo. Abriga o maior porto da América Latina, o qual é o principal responsável pela dinâmica econômica da cidade ao lado do turismo, da pesca e do comércio. A cidade é sede do poder executivo paulista todo dia 13 de junho (capital simbólica de São Paulo) e também é sede de diversas instituições de ensino superior.

Pontos de interesse

Jardins da Orla de Santos: formam o maior jardim frontal de praia em extensão do mundo. A orla marítima se estende por sete bairros da cidade: Aparecida, Boqueirão, Embaré, Gonzaga, José Menino, Pompeia e Ponta da Praia, e é uma grande fonte de recursos biológicos e espécies de flores e pássaros. A preservação e o cuidado com a flora do ambiente praiano santista, permeado de palmeiras e amendoeiras, são resultados de um trabalho em conjunto dos departamentos de meio-ambiente da região muitas vezes ligados à universidades ou à instituições biológicas.

Aquário de Santos: localiza-se no bairro da Ponta da Praia e apresenta uma área de dois mil metros quadrados, 31 tanques de água doce e salgada com mais de 200 espécies de animais. Inaugurado em 1945 por Getúlio Vargas foi terceiro aquário público construído no Brasil e recebe cerca de 800 mil visitantes por ano, sendo uma das principais atrações turísticas de Santos.

Museu do Café: Um dos principais pontos turísticos da cidade de Santos, o Museu do Café foi criado em 1998 com o objetivo de preservar e divulgar a histórica relação entre o café e o Brasil. Entre objetos e documentos que formam seu acervo é possível perceber como a evolução da cafeicultura e o desenvolvimento político, econômico e cultural do país estão intimamente ligados. Uma relação que começou em meados do século XVIII e que se mantém forte até hoje.

Parque Marinho da Laje de Santos: localiza-se a 45 km da costa e é considerado um dos melhores pontos de mergulho do litoral brasileiro. Sua profundidade varia de 18 a 40 metros com visibilidade. Inclui rochedos e rochas submersas, e a laje – definição para rochedo marinho sem vegetação -, cujo formato se assemelha ao de uma baleia. Com 55 metros de comprimento, 33 de altura e 185 de largura, a Laje de Santos abriga um farol de sinalização da Marinha. Abrange, ainda um conjunto conhecido como “cemitério de âncoras”, constituído por várias peças que ficaram presas nos corais ao redor da rocha, além de um barco pesqueiro naufragado que se tornou viveiro de animais marinhos.

Quando visitar?

Santos pode ser visitada durante o ano todo.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: Santos possui clima tropical litorâneo úmido. Os verões são quentes e úmidos, enquanto os invernos têm como característica temperaturas mais amenas e menor incidência de chuvas. Primavera e outono se caracterizam como estações de transição.
  • Maiores informações: http://www.turismosantos.com.br/

Ribeirão Preto, Brasil

12 out

Ribeirão Preto - Sete Capelas

Ribeirão Preto é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo, Região Sudeste do país. A cidade vem se destacando como pólo mundial do agronegócios, com grande parque industrial e referencia em tecnologia avançada no setor sucroalcooleiro. Aos olhos do mundo aparece na mídia como uma região progressista e em processo de desenvolvimento acelerado, fazendo crer que o Turismo de negocio é o que mais cresce por aqui. No entanto, assistimos grande desenvolvimento do turismo rural nesta região graças a visão empreendedora e investimentos feitos por parte de proprietários de fazendas centenárias, com paisagem e clima privilegiado, ótima comida, entre outros atrativos. Ribeirão Preto é um município que tem uma vida noturna muito ativa em função de bares, restaurantes, boates, teatros, cinemas e similares. No passado, devido à sua agitada vida noturna e arquitetura atrativa, foi denominada “petite Paris” (pequena Paris). O grande poder aquisitivo dos coronéis do café fez com que a cidade se desenvolvesse a ponto de ser comparada a grandes metrópoles da época, principalmente Paris. Imitando sua arquitetura e hábitos sociais, surgiram vários teatros e sociedades que promoviam os eventos e entretenimentos sociais.

Pontos de interesse

Mirante: O mirante, com cerca de 45 metros de altura e capacidade para 180 pessoas, fica atrás do Jardim Japonês  em área de 200 metros quadrados. construído por funcionários do Bosque Municipal “Fábio Barreto”, o Mirante foi denominado “Coronel Alfredo Condeixa Filho”.

Museu de Ordem Geral: Instalado há 54 anos na antiga sede da Fazenda Monte Alegre, o Museu Histórico tem como missão preservar, organizar e dar acesso à documentos, bibliografia e a variadas coleções referentes à História de Ribeirão Preto e região. A imponente arquitetura em estilo rural é representada por uma residência ampla em formato de “L”, rodeada por belas varandas decoradas com lambrequins de madeira e cercada por palmeiras imperiais.

Sete Capelas: O Santuário das Sete Capelas foi idealizado pelos monges beneditinos, cada uma dedicada a um padroeiro. A construção se prolongou por quase dez anos. A primeira capela, de Nossa Senhora das Graças, foi construída em 1948. A de São Judas Tadeu em 1951. As capelas de Nossa Senhora Aparecida e Santa Terezinha foram construídas em 1954. A capela de São Jorge em 1955 e, encerrando o santuário, as capelas de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e da escadaria – a Capela da Penitência. Cada uma mantém sua individualidade no que se refere ao conjunto arquitetônico, mas formam um interessante conjunto. Dispostas em semi-círculo, as capelas são voltadas para o centro.

­­

Palácio Rio Branco: Inaugurado em 26 de maio de 1917, o Palácio Rio Branco passou por uma reforma em 1992. Todo o madeiramento foi trocado, encanamentos e rede elétrica modernizados e o estilo preservado. O Palácio Rio Branco sedia o Gabinete do Prefeito, Secretaria de Governo, Secretaria da Casa Civil,  Coordenadoria de Comunicação Social, Astel (Assessoria Técnica Legislativa), Seção de Leis e Decretos.

Quando visitar?

Ribeirão Preto pode ser visitada o ano todo.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: O clima de Ribeirão Preto é tropical com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual de 23°C, tendo invernos secos e amenos (raramente frios de forma demasiada) e verões chuvosos com temperaturas moderadamente altas. Outono e primavera são estações de transição.
  • Maiores informações: http://www.ribeiraopreto.sp.gov.br

Itu, Brasil

13 jun

Itu - Orelhão de Itu

Itu é um município brasileiro do estado de São Paulo, famoso por tudo lá ser de tamanho exagerado. Essa fama foi inaugurada pelo comediante Francisco Flaviano de Almeida, o famoso Simplício. Em 2010, a cidade completou 400 anos e hoje é um dos municípios mais importantes do Brasil, com sua história e fama, que ajudou a tornar o país uma República. Itu já foi a cidade mais rica do estado, sendo famosa por nela residirem muitos Barões do Café e autoridades importantes do País.

Pontos de interesse

Casa Imperial: A casa encomendada por Francisco de Paula Souza e Mello, construída com muito requinte e fino acabamento, e que pertenceu posteriormente a Carlos Pereira Mendes, hospedou por diversas vezes a família imperial.

Cruzeiro de São Francisco: No antigo largo de São Francisco, atual Praça Dom Pedro I, um cruzeiro erguido em cantaria trabalho atribuído a Frei Antônio de Pádua, é a única memória que resta do imponente conjunto formado pelas edificações da Igreja São Luis de Tolosa, do Convento e da Igreja de São Francisco da Ordem Terceira, erguido pela Ordem Franciscana entre os séculos XVII e XVIII. Dentre os registros iconográficos deste Convento, destaca-se uma excelente aquarela executada por um artista ituano, Miguelzinho Dutra.

Espaço Cultural Almeida Júnior: construído por barões ituanos, sedia o Museu de Arte Sacra, o Museu e Arquivo Histórico Municipal de Itu, a Biblioteca Municipal, e é também um espaço para exposições e eventos.

Fazenda Maeda: pesqueiro, camping e jardim japonês são atrações fixas, a arena da fazenda sedia grandes shows como do SWU entre outra festas eletrônicas.

Museu Republicano Convenção de Itu: sediou a reunião que efetivou as bases do Partido Republicano Paulista e deu a Itu o título de “Berço da República”.

Orelhão de Itu: é um dos principais pontos da Estância Turística de Itu e um dos responsáveis pela fama da “cidade onde tudo é grande”. Graças ao humorista Simplício, que tinha um quadro no programa “A Praça da Alegria” na extinta TV Tupi, foi que Itu desabrochou para o Turismo. O Orelhão foi cedido pelo ex-ministro das Comunicações, Higino Corsetti, e instalado pela TELESP em 1973, na Praça da Matriz. Homenageado com um banquete na cidade, Higino Corsetti, encerrou seu discurso com as seguintes palavras: “O Brasil é grande, mas eu sei que Itu é maior”. E a Telesp nào podia deixar de instalar, na cidade um Orelhão à  altura da sua fama”, com sete metros de altura.

Semáforo Gigante: Instalado na Praça Padre Miguel, a mesma praça do Orelhão de Itu, o Semáforo Gigante está diante da Igreja Matriz Nossa Senhora da Candelária. Criado originalmente na década de 1970, o Semáforo Gigante passou por uma reforma no final dos anos 80 e mantém-se em funcionamento até hoje. Apesar do tamanho exagerado, fazendo alusão à  fama do município, o Semáforo Gigante serve de fato como sinalizaçào de trânsito, devendo ser respeitado pelos motoristas e pedestres.

Quando visitar?

Itu pode ser visitada durante todo o ano.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: Itu possui um clima subtropical, tipicamente frio, por Itu fazer parte da região do estado de São Paulo onde também se predomina o clima frio da região Sul do Brasil. A temperatura varia entre 12ºC e 20ºC, em média. O verão é quente e chuvoso, com temperaturas máximas em torno de 25°C. O inverno é frio e seco, com máximas de aproximadamente 17°C. É freqüente, ao menos, uma vez por ano, as temperaturas abaixarem para menos de 8°C. 
  • Maiores informações: http://www.itu.sp.gov.br/turismo/?

Campos do Jordão, Brasil

22 mar

Campos do Jordão - Portal

Campos do Jordão é um município brasileiro localizado no interior do estado de São Paulo, mais precisamente na Serra da Mantiqueira. Chamada de Suíça Brasileira, a cidade é a mais alta do Brasil, com altitude de1.628 metros.

Campos do Jordão é constantemente visitada por turistas de todo o Brasil e até mesmo do exterior, que vão à localidade para gozar do clima de inverno da região.

Pontos de interesse

Horto Florestal: Criado em 1941, o Horto Florestal de Campos do Jordao possui 8,3 mil hectares de área preservada com uma vegetação de araucárias e coníferas. É uma ótima opção para quem quer passar o dia fazendo algo diferente das tradicionais atrações do Centro de Campos do Jordão, o Capivari. Tem churrasqueiras, lagos, bosques, área de ginástica, viveiros de plantas, duchas, capela, ciclovia, restaurante, loja de artesanato e muitas trilhas. Seu relevo montanhoso chega a2.007 metros de altitude. A vista é ainda mais panorâmica do alto dos12 metros da torre de madeira.

Estrada de Ferro Campos do Jordão: é uma estrada de ferro eletrificada que interliga as cidades de Campos do Jordão e Pindamonhangaba e hoje é utilizada somente para transporte de passageiros, essencialmente em passeios turísticos.

Palácio Alto da Boa Vista: também conhecido como Palácio do Governo, é a residência oficial de inverno do governador do Estado de São Paulo. Está aberto à visitação desde 1970, reunindo obras de grandes nomes das artes como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Victor Brecheret, Candido Portinari, além de uma coleção de artes sacras, pratarias, louçarias, tapeçarias e mobiliário dos séculos XVII, XVIII e XIX.

Auditório Cláudio Santoro: inaugurado em 12 de julho de 1979, o Auditório Cláudio Santoro é conhecido por ser o local onde se realiza anualmente o tradicional Festival de Inverno de Campos do Jordão.

Parque Amantikir: o local exibe belíssimos jardins de diferentes partes do mundo. Comuns nos Estados Unidos e Europa, os jardins para contemplação reúnem a arte da jardinagem com uma rica programação cultural. Aberto desde agosto de 2007, o Amantikir possui 680 espécies de plantas, divididos em 22 espaços, onde cada um mostra uma cultura diferente.

Quando visitar?

Campos do Jordão é uma cidade para se visitar o ano todo, porém o frio é o grande atrativo, e é na temporada de inverno que a cidade recebe o maior número de visitantes.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: Seu clima é tropical de altitude, com verões suaves e invernos com temperaturas bastante baixas para os padrões brasileiros.
  • Maiores informações: http://www.camposdojordao.com.br

Campinas, Brasil

20 mar

Campinas - Parque Portugal

Campinas é uma cidade do estado de São Paulo, também considerada a “Capital do Interior”.

Décima cidade mais rica do Brasil, hoje é responsável por pelo menos 15% de toda a produção científica nacional, sendo o terceiro maior polo de pesquisa e desenvolvimento brasileiro. Tem também diversos atrativos turísticos, com valor histórico, cultural ou científico, como museus, parques e teatros.

Pontos de interesse

Parque Portugal: conhecido popularmente como Parque do Taquaral, é o parque mais famoso de Campinas. Dentre as atrações do parque, destacam-se sua grande lagoa, uma réplica da Caravela Anunciação, uma linha de bonde elétrico e uma concha acústica, além de pista de saibro para caminhada, ciclovia, kartódromo, quadras de futebol, basquete, vôlei e hóquei, além de uma ampla área verde.

Torre do Castelo: é uma caixa d’água do tipo castelo d’água, construída no estilo art déco com27 metros de altura, que foi construída entre 1936 e 1940, com capacidade original para250.000 litros. Situada a aproximadamente735 metros de altitude, é um dos pontos mais altos dentro do perímetro urbano de Campinas, além de ser um marco geodésico e possuir em seu topo um mirante que permite ver vários bairros da cidade.

Museu de História Natural: tem mais de duas mil peças representantes dos ecossistemas brasileiros da Mata Atlântica, da floresta Amazônica, do Cerrado, do Pantanal Mato-grossense e litoral paulista, incluindo mamíferos, aves, répteis, peixes, insetos e outros invertebrados e, oferecendo, em exposição aberta ao público, mais do que 300 destas espécies. O museu também inclui em exposição uma diversidade de animais, botânica,Teratogênese, Taxidermia, fósseis, minerais e mais.

Estação Anhumas: é uma estação de trem no município de Campinas, mantida pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária, ponto inicial de uma linha turística com locomotivas a vapor que vai até Jaguariúna. A estação possui esse nome em função da proximidade do Ribeirão Anhumas, que por sua vez recebeu esse nome por ser sido no passado o pouso invernal das anhumas, uma espécie de ave pantaneira.

Estádio Brinco de Ouro da Princesa: é o estádio do Guarani Futebol Clube. É o maior estádio de Campinas, inaugurado em 31 de maio de 1953. A denominação do estádio ocorreu quando um determinado jornalista presente à apresentação de sua maquete surpreendeu a todos comparando seu formato a um brinco e associou ao “apelido carinhoso” da cidade de Campinas (Princesa D’Oeste).

Quando visitar?

Campinas é uma cidade agradável, que pode ser visitada durante todo o ano.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: O clima de Campinas é tropical de altitude com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual de 22°C, tendo invernos secos e amenos (raramente frios de forma demasiada) e verões chuvosos com temperaturas moderadamente altas. O mês mais quente, fevereiro, conta com temperatura média de 24°C, sendo a média máxima de 30°C e a mínima de 19°C. E o mês mais frio, julho, de 18°C, sendo 24°C e 12°C a média máxima e mínima, respectivamente. Outono e primavera são estações de transição.
  • Maiores informações: http://www.campinas.sp.gov.br

Brotas, Brasil

4 mar

Brotas - Parque dos Saltos

Brotas é uma cidade localizada bem no centro do estado de São Paulo, no coração de uma das regiões mais desenvolvidas no país, mas que ainda nos presenteia com suas riquezas e belezas naturais preservadas. Dotada de uma posição geográfica estratégica e privilegiada, vêm assumindo um novo caminho e desponta no contexto ecoturístico nacional.

Pontos de interesse

Parque dos Saltos: Área de importância ambiental e histórica. Localizado no perímetro urbano é o cartão postal de Brotas, pois o rio corta a cidade, formando várias quedas e corredeiras, onde anualmente é realizado o campeonato de canoagem. E ainda abriga um prédio de valor histórico e arquitetônico da antiga usina hidroelétrica.

Represa do Rio Jacaré – Pepira: Localizada no Bairro do Patrimônio, no alto da serra, 23 Km/SE da cidade, ocupa uma área de aproximadamente14,5 ha, onde se pode desenvolver atividades de lazer como nado, pesca, além de esportes náuticos, caiaque e passeios de barco.

Cachoeira Três Quedas: As quedas são formadas pelas cachoeiras Nascentes, Andorinhas e Figueira. Oferece estrutura de camping, restaurante, lanchonete, chuveiro com água quente, estacionamento para o seu veículo, piscina, redário, playground, quiosque com churrasqueira.

Turismo de Aventura

Rafting: Descida de rio em botes infláveis, com capacidade para6 a8 pessoas, sendo um condutor, passando por corredeiras e quedas do rio Jacaré Pepira.

Canionismo: Descida de cachoeiras de até 70 metrosutilizando técnicas de rapel, seguindo pelo leito do rio e suas quedas.

Bóia Cross: Percurso pelo rio Jacaré Pepira, passando por corredeiras e pequenas quedas em bóias individuais.

Off Road: Passeios em veículos off road por por trilhas acidentadas e cheias de lama, passando por belas paisagens, córregos e próximo a quedas d’água.

Quando visitar?

A melhor época do ano para visitar Brotas e para praticar rafting é de novembro a maio.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: O clima de características tropicais apresenta temperatura média anual entre 21,8ºC e 23,0ºC, sendo fevereiro o mês mais quente (médias de 25,1ºC) e junho o mais frio (média de 18,7ºC).
  • Maiores informações: http://www.brotas.sp.gov.br e http://www.brotas.com.br
%d blogueiros gostam disto: