Tóquio, Japão

26 nov

Tóquio - Museu Nacional de Tóquio

Tóquio é a capital e uma das 47 províncias do Japão. Situa-se em Honshu, a maior ilha do arquipélago. A capital do Japão é uma das maiores megalópoles do planeta, uma imensa e pulsante mancha urbana com centenas de quilômetros de linhas de trem e metrô, dezenas de espetaculares edifícios onde matrizes de multinacionais enviam ordens a todo o planeta e milhões de pessoas andando de lá para cá. O turismo é uma das principais fontes de renda de Tóquio. Milhões de turistas, boa parte deles estrangeiros, visitam Tóquio anualmente.

Pontos de interesse

Torre de Tóquio: é um dos principais pontos turísticos de Tóquio. Foi erguida em 1958 e tem exatos 333 metros de altura, treze metros a mais que a Torre Eiffel, na qual foi inspirada. Sua latitude é de 35.658 Norte, e sua longitude é de 139.745 Leste. As duas principais fontes de renda da Torre de Tóquio são a locação da antena e o turismo. Ela funciona como uma estrutura de suporte à antena de transmissão de rádio e televisão e é um ponto turístico que sedia algumas diferentes atrações. Mais de 150 milhões de pessoas visitaram a torre desde sua abertura no final de 1958. A primeira área na qual os turistas chegam é a FootTown, um edifício de 4 andares localizado diretamente abaixo da torre. Neste lugar, os visitantes podem comer, comprar e visitar alguns museus e galerias. Elevadores que partem do primeiro andar da FootTown podem ser usados para alcançar a primeira das duas plataformas de observação, o Observatório Principal de dois andares. Pelo preço de outra entrada, os visistantes podem embarcar em um outro conjunto de elevadores no segundo andar do Observatório Principal para alcançar a plataforma de observação final – O Observatório Especial.

Palácio Imperial do Japão: também chamado Palácio Imperial de Tóquio, é a residência oficial do Imperador do Japão. A maior parte do palácio está fora do acesso público, mas a Agência da Casa Imperial organiza visitas. Por outro lado, os Jardins Orientais estão habitualmente acessíveis aos turistas. A parte mais interior do complexo fica aberta ao público apenas duas vezes por ano, no aniversário do Imperador Akihito (23 de dezembro) e no Ano Novo (2 de janeiro).

Rainbow Bridge: é uma ponte pênsil que atravessa o norte da Baía de Tóquio. Concluída em 1993, a ponte possui 570 metros e tem passarelas separadas nas faces norte e sul, o norte oferece vistas do Porto e da Torre de Tóquio, enquanto o lado sul oferece vistas da Baía de Tóquio e do Monte Fuji.

Tokyo Disneyland: é um parque temático de 465.000 m² no Tokyo Disney Resort, situado em Urayasu, Chiba, próximo de Tóquio. Seu portão principal é diretamente adjacente as estações de trem Maihama e Disneyland Tokyo. Foi o primeiro parque da Disney a ser construído fora dos Estados Unidos e foi inaugurado em 15 de abril de 1983. O parque foi construído pela Walt Disney Imagineering, no mesmo estilo da Disneylândia, na Califórnia, e ao Magic Kingdom, na Flórida. A Tokyo Disneyland e seu parque vizinho, o Tokyo DisneySea, são os únicos parques da Disney que não são propriedade da The Walt Disney Company. Há sete áreas temáticas do parque, cada uma complementando umas as outras, mas únicas em seu estilo. O parque fica lotado durante todo o ano, atraindo muitos turistas de toda a Ásia e do próprio Japão, então prepare-se para eventuais multidões. O local se assemelha mais à Disneylândia de Anaheim, Califórnia, do que a Disney World de Orlando, ou seja, um parque menor e fácil de conhecer em poucos dias.

Museu Nacional de Tóquio:  é o maior e mais antigo museu do Japão, fundado em 1872. Localiza-se no Parque Ueno, em Taito-ku. O museu é separado em alguns edifícios:

  • Honkan: apresenta uma visão geral da arte japonesa, com 24 salas de exibição. Contém peças de cerâmica, escultura, espadas, etc. desde 10,000 A.C. até o final do século XIX.
  • Toyokan: inaugurado em 1968, consiste em 10 salas de exibição dedicadas a arqueologia asiática, incluído China, península coreana, sudeste asiático, Índia, Oriente Médio e Egito.
  • Hyōkeikan: Inaugurado em 1909, é usado para exposições temporárias.
  • Heiseikan: Apresenta peças de história japonesa, incluindo cerâmica, desde 10000AC até os dias de hoje. Tem uma seção de arqueologia.
  • Hōryū-ji Hōmotsukan: é a galeria de tesouros.
  • Shiryōkan: criado em 1984, possui livros, revistas, fotografias, etc.

Quando visitar?

A melhor época para ir a Tóquio é de maio a agosto.

Informações úteis

  • Moeda: Iene
  • Idioma: Japonês
  • Fuso horário: +9 (UTC)
  • Visto: Brasileiros precisam de visto para entrar no Japão.
  • Clima: Tóquio possui um clima temperado. A temperatura média mínima é de 2ºC, com ocasional queda de neve, e a temperatura média máxima é de 32ºC. A temperatura média anual é 15°C e a precipitação anual é geralmente sob a forma de chuva e chega a 1.380 milímetros anuais.
  • Maiores informações: http://www.gotokyo.org/en/ (em inglês)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: