Santiago de Compostela, Espanha

27 out

Santiago de Compostela - Catedral de Santiago de Compostela

Santiago de Compostela é a capital da Galícia, localiza-se na província da Corunha, na Espanha. A cidade é praticamente dividida em duas: o Centro Histórico e os arredores. O centro histórico contém construções conservadas de muitos séculos. Dentre as principais destacam-se a famosa Catedral de Santiago de Compostela (destino final do Caminho de Santiago), a Hospedería San Martín Pinario (Seminario Mayor), a Igreja de São Francisco, as ruínas da antiga muralha que cercava a cidade, e muitas outras igrejas, conventos e até uma universidade (a Universidade de Santiago de Compostela). O melhor jeito de conhecer é deixar de lado o mapa e se perder pelas pequenas ruas e becos. Os arredores da cidade são típicos de cidade de médio porte. Muitas construções, grandes ruas, pessoas apressadas. É interessante notar o contraste de uma parte para outra. E como fica mais difícil ir de carro da parte “nova” para o centro histórico, existe um estacionamento subterrâneo ao lado do centro, onde as pessoas podem deixar o carro e caminhar. Em 1993 a Rota de Santiago de Compostela foi incluída na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO.

Pontos de interesse

Catedral de Santiago de Compostela: é uma catedral em estilo românico, pertencente à Arquidiocese de mesmo nome. Construída entre os anos de 1075 e 1128, durante a Reconquista Cristã, na época de Cruzadas, está situada no centro histórico da cidade. É um centro milenar de peregrinação cristã da Europa e foi fator determinante para colocar a Espanha dentro dos círculos medievais graças ao chamado Caminho de Santiago, dedicado a São Tiago, atual padroeiro e protetor do Reino da Espanha. Conta com diversos ambientes, onde são realizadas missas fora do horário das missas principais. Contém também um espaço onde se encontra um baú com os supostos restos do apóstolo São Tiago, uma passagem para fazer uma visita à estátua de São Tiago (que fica no meio do altar principal) para que as pessoas possam abraçar, e até uma loja para artigos religiosos.

Praça do Obradoiro: é o coração da cidade, recebendo o seu nome da oficina de pedreiros aqui estabelecida durante a construção da catedral (Obradoiro é a palavra galega para oficina). Este é o local ao qual milhares de peregrinos chegam todos os dias, e precisamente no centro da cidade situa-se o quilômetro 0 do Caminho de Santiago. Os edifícios que a rodeiam apresentam uma variedade de estilos artísticos. A leste, a fachada barroca da Catedral, com o museu à sua direita e o Palácio de Gelmírez à esquerda. A oeste situa-se o Paço de Raxoi, que atualmente é ocupado pela câmara municipal. A norte, o Hospital dos Reis Católicos, um edifício plateresco cujo objetivo era albergar os peregrinos. A sul pode-se ver o Colégio de São Jerônimo, uma antiga residência de estudantes, onde agora se situa a reitoria da Universidade de Santiago de Compostela.

Mercado de Abastos: Uma das principais atrações da cidade, trata-se de um típico mercado galego e um dos maiores mercados de Espanha. É o lugar perfeito para comprar vegetais, carne, ou marisco fresco, ou para observar a vida cotidiana dos compostelanos. No final do século XIX decidiu-se construir este mercado (apesar desta construção ter sido feita nos anos 40 do século XX), para concentrar a atividade mercante da cidade, que até aí se distribuía pelas praças da cidade.

Museu do Povo Galego: O antigo Mosteiro de São Domingos de Bonaval, situado fora das muralhas do centro histórico da cidade, ao lado da estrada que os peregrinos usavam para entrar em Santiago, abriga atualmente o Museu do Povo Galego, que expõe as mais representativas expressões da cultura galega. Expõe aspectos da vida costeira, os trabalhos tradicionais, costumes e arquitetura tradicionais. Também tem exposições de arqueologia, pintura e escultura galega. Existem também várias exposições temporárias com diversos temas. É também o local onde se enterraram muitas personalidades galegas importantes.

Quando visitar?

Caso você vá percorrer o Caminho de Santiago de Compostela, o ideal mesmo é optar pela primavera ou outono europeus, escolhendo para iniciar o caminho alguma data entre a primeira quinzena de maio e a primeira quinzena de junho, ou entre a segunda quinzena de agosto e a segunda quinzena de setembro. Leve em conta o tipo de clima que você se adapta melhor, mas não esqueça da mochila “grudada” em suas costas e da distância a ser percorrida. Entre julho e a primeira quinzena de agosto, o peregrino enfrentará as altas temperaturas do verão espanhol e o período de férias na Europa. Percorrer o Caminho no inverno europeu, de dezembro a fevereiro, é totalmente desaconselhável.  Estatisticamente a possibilidade de encontrar gelo e neve em algum lugares é muito alto. A neve bloqueia a passagem dos peregrinos, principalmente nas regiões de maior altitude, como nos Pirineus, Foncebadón e Cebreiro, o que pode tornar a peregrinação uma experiência perigosa.

Informações úteis

  • Moeda: Euro
  • Idioma: Castelhano e Galego
  • Fuso horário: +1 (UTC)
  • Visto: Brasileiros estão isentos de visto de turismo/negócios para a Espanha, para permanência de até 90 dias
  • Clima: O clima de Santiago é típico da costa atlântica espanhola: invernos úmidos com chuva frequente que ocorre de setembro a junho. Os verões são ligeiramente menos chuvosos que o resto da costa cantábrica. As temperaturas permanecem amenas durante o ano inteiro, com uma média de 19ºC. Elas caem para 8ºC em janeiro, o mês mais frio do ano.
  • Maiores informações: http://www.santiagoturismo.com/ e http://www.santiago.org.br

Contribuição no conteúdo do post: Renan Sacilotto, autor do blog http://www.embuscadeumcaminho.com.br/ e amante do Caminho de Santiago.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: