Paraty, Brasil

14 set

Paraty - Centro Histórico de Paraty

Paraty é um município no litoral oeste do estado do Rio de Janeiro, no Brasil. O longo processo de estagnação vivido por Paraty ao longo do século XX manteve, paradoxalmente, o casario colonial, conservado no conjunto conhecido como Centro Histórico, tornando a cidade um dos destinos turísticos mais procurados do país. Pelas ruas de pedra irregular, circulam, a pé – a entrada de veículos é proibida na maior parte do Centro Histórico -, turistas do mundo inteiro, atraídos pela beleza da arquitetura típica do Brasil Colônia. As casas históricas foram requalificadas como pousadas, restaurantes, lojas de artesanato e museus, em meio a apresentações de músicos populares e de estátuas vivas.

Pontos de interesse

Centro Histórico: O Centro Histórico de Paraty é cheio de vida, ritmo e a alegria vindo dos artistas de rua, restaurantes coloridos e índios Guaranis que vendem e expõem seus artesanatos. Além disso junta-se turistas de todos os cantos do Brasil e do Mundo, que fazem desse lugar um espetáculo a parte de culturas e povos de diferentes nacionalidades e pensamentos. Percorrendo o seu centro histórico, poderá encontrar desde aconchegantes restaurantes e apreciar comidas de diferentes paladares ou entrar em um bar onde toca Jazz a noite toda, bebendo uma cerveja ou chopp bem gelado.

Caminho do Ouro: Estrada construída por escravos entre os séculos XVII e XIX, sobre as trilhas usadas pelos índios guaianazes, para transportar o ouro extraído de Minas Gerais até o porto de Paraty. Parte do calçamento está preservado, em meio à Mata Atlântica do Parque Nacional da Serra da Bocaina. O trecho pode ser feito a pé ou a cavalo.

Matriz de Nossa Senhora dos Remédios:A primeira edificação, de 1646, em taipa, foi demolida. Em seu lugar, foi iniciada outra maior, de pedra e cal, concluída em 1712 que, por sua vez, deu lugar à construção atual, iniciada em 1787 e concluída somente em 1873. Em estilo neoclássico, tem planta com traçado característico do século XVIII .

Parque Nacional da Serra da Bocaina: O parque foi criado no ano de 1971 e preserva uma extensa área da importante Mata Atlântica e ecossistemas Costeiros na região, com aproximadamente 110.000 hectares, dos quais 35.000 estão em Paraty. Abrange toda a Serra do Mar entre Paraty e Angra dos Reis, extendendo-se a oeste até São José do Barreiro. Ao sul faz divisa com o Parque Estadual da Serra do Mar, na cidade de Ubatuba.

Cachoeira de Iririguaçu: Possui dois saltos, com alturas de 4 m e 2 m respectivamente, com águas claras, transparentes e frias. Excelente para banhos, tanto nas piscinas como nas duchas naturais existentes. Próximo e acima da cachoeira existem três grandes piscinas naturais, com profundidade em torno de 2m.

Cachoeira da Pedra Branca: Possui dois saltos de 5 m de altura, com águas transparentes e frias, propícias para banhos. O rio é cercado por vegetação densa de pequeno e médio porte e suas águas deslizam sobre lajes de pedra que formam pequenas piscinas e duchas naturais.

Quando visitar?

Em qualquer época do ano Paraty é um interessante lugar para se visitar. Se você gosta de animação, movimento e muita gente, então a alta temporada (de dezembro a março, especialmente no carnaval), será sua melhor escolha. Os meses mais frios (de junho a agosto) oferecem mais calma e tranquilidade.

Informações úteis

  • Moeda: Real
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: -3 (UTC)
  • Clima: O clima em Paraty é quente na maior parte do ano. Na época de verão, as chuvas no final da tarde são comuns.
  • Maiores informações: http://www.pmparaty.rj.gov.br
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: