Johanesburgo, África do Sul

20 jun

Johanesburgo - Centro

Johanesburgo é uma das mais notáveis cidades da África do Sul. A maior cidade sul africana é também a mais rica e, sem dúvida, a maior potência econômica da África, pois possui uma das 40 maiores áreas metropolitanas do mundo. Apesar de às vezes ser confundida como capital da África do Sul, a cidade não é um dos centros políticos do país.

Os habitantes locais apelidaram a cidade com o nome de “Jo’burg”, “Jozi” e “eGoli”.

Johanesburgo não é tradicionalmente conhecido como um destino turístico, mas a cidade é um ponto de escala de voos para Cidade do Cabo e Durban. Consequentemente, a maioria dos visitantes estrangeiros da África do Sul passa por Johanesburgo pelo menos uma vez, que lidera no desenvolvimento de mais atrações turísticas do país.

Para quem visita a cidade pela primeira vez, Johanesburgo pode ser um pouco assustadora, ainda mais por causa da falsa representação criada pelos meios de comunicação de Johanesburgo, que descrevem a cidade como uma espécie de zona de guerra. Porém, uma vez atingido pela vibração de Jozi, todos os turistas querem voltar.

Pontos de interesse

Museu do Apartheid: mostra parte da história da África do Sul, incluindo os conflitos da época de segregação racial.

Soccer City: Construído em 1987, Soccer City já foi palco de algumas das mais memoráveis partidas da história do futebol da África do Sul. O estádio comporta em torno de 94.700 pessoas por partida.

SAB World of Beer: Qual entusiasta da cerveja recusaria dois copos de cerveja bem gelada depois de um tour que engloba a arte de fazer e fermentar cerveja? Desde a inauguração, há mais de dez anos atrás, o mundo da cerveja se tornou uma atração muito popular tanto para os turistas quanto para os sul-africanos, e não é difícil de acreditar, dada a grande cultura da cerveja do país. O tour conta a fascinante história da cerveja, que começa na antiga Mesopotâmia e continua até os dias atuais na África e na Europa. Um passeio pela amostra de preparação da SAB, uma cervejaria em larga escala, dá uma idéia da escala de produção de uma bebida que a maioria de nós bebe casualmente. Após a preparação, o processo de fermentação é detalhado e a importância dessa etapa na produção da cerveja é descrito. Isso ocorre antes de uma parada na sala de degustação para desfrutar um copo ou dois de cerveja.

Constitution Hill: Em nenhum outro lugar a história do passado turbulento da África do Sul e sua transição para a democracia extraordinário pode ser contada como ela é em Constitution Hill. Este patrimônio nacional tem assistido mais de um século de história sul africana. Desde rebeldes soldados britânicos que lutaram com os Boers na virada do século, até os jovens apanhados no levante de Soweto, do alvorecer da democracia até a construção da nova Corte Constitucional da África do Sul, Constitution Hill testemunhou tudo. Exposições e visitas guiadas foram concebidos como uma experiência interativa, oferecendo aos visitantes a oportunidade de participar na construção da Constitution Hill.

Kruger National Park: localizado a 600km de Johanesburgo, o Parque Nacional Kruger na África do Sul explora suas vastas paisagens espetaculares e a vida selvagem africana. De emocionantes passeios de carro até safáris a pé, é possível descobrir o que é estar perto de um Leão e sentir a emoção e a intensidade de um safári no Kruger National Park. A maioria das pessoas que vão para a África do Sul deseja ver os cinco mamíferos selvagens de grande porte mais difíceis de serem caçados pelo homem – conhecidos como “Big Five”. Com aproximadamente 2.000 leões, 12.000 elefantes, 5.000 rinocerontes e 1.000 leopardos, o Parque Kruger é definitivamente um bom lugar para visitar.

Quando visitar?

Dá para visitar o país o ano todo – as estações são bastante parecidas com as do Brasil. Se deseja fazer um safári pelos arredores estiver nos seus planos, prefira ir entre agosto e outubro, quando a vegetação está mais rala e é mais fácil ver os animais

Informações úteis

  • Moeda: Rand
  • Idioma: A cidade possui vários dialetos sul-africanos, porem o inglês e o africâner são os idiomas mais falados.
  • Fuso horário: +2 (UTC)
  • Visto: Para entrar na África do Sul não é necessário ter visto de turismo. Porém, para que possa passar pela imigração sul-africana, seu passaporte deverá possuir 30 dias de validade e uma página em branco na seção de vistos.
  • Clima: O verão se apresenta chuvoso, embora a temperatura máxima passe dos 30º C, enquanto no inverno a mínima em algumas ocasiões fica abaixo de zero, por causa da altitude.
  • Maiores informações: http://www.joburgtourism.com/ (em inglês)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: