Faro, Portugal

6 maio

Faro - Catedral da Sé

Capital do Algarve, Faro é a principal porta de entrada do turismo em Portugal. Esta cidade cosmopolita estende-se por uma das maravilhas naturais da região – o Parque Natural da Ria Formosa, uma área com mais de 60 km, formada por lagoas, dunas e praias magníficas. Há muitas praias na zona de Faro, desde a Ilha de Faro com os seus bares, restaurantes e comodidades de luxo, à reclusão das dunas desabitadas da ilha da Barreta, que se estendem entre o mar e uma das lagoas do estuário.

A cidade de Faro é um centro cosmopolita, com muito entretenimento, lojas e restaurantes, embora ainda mantenha o seu encanto original, como poderá comprovar através de um passeio pela cidade antiga. As ruelas estreitas albergam muitas lojas de artesanato local e será difícil resistir aos doces de amêndoa da região – os Dom Rodrigos – presentes em qualquer pastelaria da cidade.

Pontos de interesse

Catedral da Sé: construída na Idade Média, foi reconstruída em 1596 (após o saque das tropas do conde de Essex), e novamente em 1775 (após o terramoto de Lisboa). A mistura de arquiteturas tornou-a numa “imagem” do Algarve. O portal principal e a torre-pórtico do relógio são de arquitetura românico-gótica, enquanto que no interior se pode apreciar a talha dourada barroca. De cima da torre sineira tem-se uma magnífica vista de Faro e da Ria Formosa.

Palácio Belmarço: desenhado pelo arquiteto Norte Júnior e construído em 1912, localiza-se na confluência do Largo Marcelino Franco com a Rua de S. Francisco e com a Rua José Maria Bandeiro. O palacete de arquitetura revivalista é composto por dois pisos, decorados no interior com vários painéis de azulejos, representando terras e monumentos portugueses, tais como a Torre de Belém (Lisboa), o Palácio da Pena (Sintra) e o Estoril.

Igreja do Carmo: constitui uma das mais importantes manifestações estéticas do patrimônio religioso e artístico da região Algarvia. Em meados do século XVIII, o edifício sofreu grande remodelação e acrescentos, tendo-se destruído a fachada original. O novo traçado foi concebido pelo mestre pedreiro Diogo Gonçalves, em 1747. As obras prolongaram-se até 1878. No interior, a talha dourada assume um importante papel na decoração da igreja. Merecem destaque no interior do edifício o órgão barroco, a ornamentação da sacristia, o acervo de imaginária da Procissão do Triunfo e no quintal anexo à Igreja, uma Capela dos Ossos.

Museu Municipal de Faro: inaugurado em 1894, o Museu Arqueológico e Lapidar Infante D. Henrique encontra-se instalado desde 1973 no antigo Convento de Nossa Senhora da Assunção, atual Museu Municipal de Faro. O Museu conta a história da cidade e da região, através de coleções de arqueologia e pintura, tendo obtido o Premio de Melhor Museu Português pela Associação Portuguesa de Museologia em 2005. Possui um acervo bastante diversificado, na sua maioria proveniente de doações, contando com um espólio dividido por 29 coleções num total de cerca de 12.500 objetos inventariados.

Quando visitar?

Faro pode ser visitada o ano todo. A alta temporada é durante o verão, de junho a setembro.

Informações úteis

  • Moeda: Euro
  • Idioma: Português
  • Fuso horário: +1 (UTC)
  • Visto: os cidadãos brasileiros não necessitam de visto para entrar em Portugal, para permanência de até 90 dias
  • Clima: o clima de Faro é mediterranico, com temperaturas amenas durante todo o ano. Os meses mais quentes são os de Julho e Agosto. Os meses mais chuvosos são Novembro e Dezembro. Os meses mais frios são Janeiro e Fevereiro.
  • Maiores informações: http://www.visitalgarve.pt/
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: